Mundo Pet

Verão com os Pets: guia essencial para férias divertidas e seguras!

As férias de verão são um convite para momentos de diversão e descontração. Mas, para os tutores de animais de estimação, representam também um período de cuidados especiais. Afinal, garantir a segurança e o bem-estar dos nossos amigos de quatro patas é essencial para que todos possam desfrutar desta estação tão aguardada.

Neste guia, traremos dicas valiosas do especialista em comportamento animal, Cleber Santos, CEO da Comport Pet, para assegurar que suas férias de verão com os pets sejam tão prazerosas quanto seguras.

Cuidados com o pet no calor extremo

O verão é conhecido por suas altas temperaturas, que podem ser especialmente desafiadoras para nossos animais de estimação. “Os animais não transpiram pela pele como os humanos, mas sim pelo focinho, coxins (almofadas das patas), boca e barriga“, explica Cleber Santos.

Isso significa que eles têm mais dificuldades para se refrescar e, portanto, são mais suscetíveis aos riscos do calor extremo. Santos alerta especialmente para os animais de focinho curto, como os Pugs e os Bulldogs, que enfrentam maior dificuldade de respiração e resfriamento.

Para o especialista, os tutores devem se preparar para esse verão mais rigoroso, pois os pets vão sofrer mais do que o comum e mortes por calor vão aumentar cada vez mais 

Pense em uma lista de cuidados e itens para seu animal de estimação. Escreva e leve na bolsa de viagem ou pregue na geladeira. Faça disso um hábito. É preciso investigar as necessidades deles, sair do senso comum e se atentar a detalhes que fazem total diferença para a segurança e o conforto deles, destaca Cleber. 

Dicas importantes para o calor

  1. Proteção Solar: Utilize protetor solar específico para pets em áreas desprotegidas de pelos, como focinho e orelhas.
  2. Cuidado na Tosa: Evite tosar excessivamente seu pet. A pelagem serve como uma proteção natural contra o sol e se adapta às mudanças de temperatura.
  3. Hidratação Constante: Ofereça água fresca regularmente, a cada 20 a 30 minutos, para evitar desidratação.
  4. Calor pode levar o pet ao óbito: jamais deixe seu pet em um local fechado como um carro ou quarto de hotel sem ar-condicionado e sem ventilação. O calor excessivo pode ocasionar a elevação da temperatura do corpo e a falência dos órgãos, o que pode ser fatal. 
  5. Banho Semanal: Banhos semanais (no caso dos cachorros) com água em temperatura ambiente ajudam a refrescar os pets, mas é crucial secá-los completamente.
  6. Alimentação Adaptada: No calor, opte por alimentos mais palatáveis e frescos para manter o apetite dos pets.
Para o especialista, os tutores devem se preparar para esse verão mais rigoroso, pois os pets vão sofrer mais do que o comum e mortes por calor vão aumentar cada vez mais (Foto: Pixabay)
Para o especialista, os tutores devem se preparar para esse verão mais rigoroso, pois os pets vão sofrer mais do que o comum e mortes por calor vão aumentar cada vez mais (Foto: Pixabay)

Diversão na Praia e na Piscina: orientações detalhadas

As férias de verão oferecem momentos ideais para levar seu pet à praia ou à piscina. No entanto, esses ambientes exigem cuidados específicos para assegurar a segurança e o bem-estar do seu animal.

Na Praia:

  • Vacinação e Prevenção de Parasitas: Mantenha a carteira de vacinação do seu pet atualizada. Durante o verão, a incidência de parasitas como pulgas e carrapatos aumenta. Considere a aplicação de preventivos recomendados pelo veterinário.
  • Horários Seguros para Passeio: O sol intenso pode ser prejudicial. Evite passear com seu pet na praia entre as 10h e 17h, quando o sol está mais forte. A areia quente pode causar queimaduras nas patas. Uma dica útil é usar a palma da mão para testar a temperatura do solo.
  • Cuidado com a Água Salgada: Fique atento se seu pet beber água do mar, pois o excesso de sal pode ser prejudicial. Leve água doce e ofereça frequentemente ao seu animal.

Na Piscina:

  • Supervisão Constante: A supervisão é essencial. Não subestime os riscos, mesmo para animais que sabem nadar. Um descuido pode levar a acidentes.
  • Aprendizado e Adaptação à Água: Muitos pets podem se sentir intimidados pela água. Comece introduzindo seu pet na piscina aos poucos, preferencialmente em áreas rasas. Use petiscos e jogos para tornar a experiência mais agradável.
  • Cuidado com Cloro e Produtos Químicos: A exposição a cloro e outros produtos químicos usados na manutenção da piscina pode irritar a pele e os olhos dos animais. Após o banho de piscina, é importante dar um banho de água doce no pet.
  • Secagem e Cuidado com a Pele: Raças com dobras na pele ou pelos longos podem reter umidade, levando a problemas dermatológicos. Certifique-se de secar bem todas as áreas, usando um secador em temperatura moderada se necessário.

Férias de verão com seu Pet

Ao seguir as orientações acima, você pode garantir que tanto você quanto seu pet desfrutem de um verão seguro e divertido. Lembre-se, a prevenção é a chave para evitar situações indesejadas. As férias são um tempo para criar memórias felizes e isso inclui cuidar do bem-estar dos nossos amigos de quatro patas.

Ao preparar-se adequadamente, você não só assegura a saúde e a segurança do seu pet, mas também pode desfrutar plenamente dos momentos ao lado deles, seja relaxando em casa, passeando na praia, brincando na piscina ou explorando novos destinos.

Finalmente, sempre consulte um veterinário antes de introduzir novas rotinas ou produtos na vida do seu pet. Eles podem oferecer conselhos personalizados que são essenciais para a saúde e felicidade do seu animal.

Rafael Nicácio

Estudante de Jornalismo, conta com a experiência de ter atuado nas assessorias de comunicação do Governo do Estado do Rio Grande do Norte e da Universidade Federal (UFRN). Trabalha com administração e redação em sites desde 2013 e, atualmente, administra o Portal N10 e a página Dinastia Nerd. E-mail para contato: rafael@oportaln10.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo