Saúde

Em primeiro teste em humanos, comprimidos contra a dengue são aprovados

Nesta sexta-feira (20) a farmacêutica Johnson & Johnson anunciou que obteve bons resultados nos ensaios clínicos do comprimido que está desenvolvendo contra a Dengue. Este é o primeiro remédio a conseguir alcançar uma atividade antiviral contra o vírus e pode se tornar o primeiro tratamento para a infecção que mata cerca de mil pessoas ao ano no Brasil.

Os testes foram realizados durante o ensaio clínico com a Escola de Saúde Pública Johns Hopkins, 10 voluntários receberam uma dose alta da medicação contra a dengue durante cinco dias. Logo após, receberam uma injeção com uma dose enfraquecida do vírus, que possuía fragmentos de quatro variantes. Após isso, eles continuaram a tomar a pílula por 21 dias.

Seis dos 10 voluntários não apresentaram nenhum vírus detectável da dengue no sangue mesmo após serem expostos ao patógeno, bem como nenhum sinal de que seu sistema imunológico tivesse respondido à infecção viral durante 85 dias de monitoramento. Todas as cinco pessoas do grupo placebo, que também receberam injeções com vírus da dengue, apresentaram carga viral detectável ​​quando examinadas.

O medicamento da farmacêutica atua bloqueando a ação de duas proteínas virais, impedindo que o vírus faça cópias de si mesmo. Ele foi tolerado sem efeitos colaterais pelos participantes do estudo. A farmacêutica anunciou que fará novas rodadas de testes.

Prevenção e combate a Dengue

As doenças Dengue, zika e chikungunya são transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti. A forma mais eficaz de prevenção dessas doenças é o combate ao mosquito. Por isso, é importante que todos conheçam os riscos e saibam o que é preciso fazer para não deixar o mosquito nascer. O UNICEF atua em parceria com o Ministério da Saúde na mobilização da população para a erradicação do Aedes aegypti.

Com isso, as informações eficazes e precisas para o combate do mosquito e sobre como se prevenir podem chegar mais rápido a todas as regiões do País. Seguem algumas ações que a população deve tomar, pelo menos uma vez por semana:

  • Verificar se a caixa d’água está bem tampada.
  • Deixar as lixeiras bem tampadas.
  • Colocar areia nos pratos de plantas.
  • Recolher e acondicionar o lixo do quintal.
  • Limpar as calhas.
  • Cobrir piscinas.
  • Tapar os ralos e baixar as tampas dos vasos sanitários.
  • Limpar a bandeja externa da geladeira.
  • Limpar e guardar as vasilhas dos bichos de estimação.
  • Limpar a bandeja coletora de água do ar-condicionado.
  • Cobrir bem a cisterna.
  • Cobrir bem todos os reservatórios de água.
  • Medidas que podem ser tomadas no cuidado pessoal e com a família:
  • Utilize repelente.
  • Cubra a maior parte do corpo com roupas claras quando possível.
  • Coloque telas em janelas e portas.
  • O mosquito possui hábitos diurnos, sobretudo ao amanhecer e ao entardecer. Por isso, é importante reforçar a atenção nesse período. Mas atenção: o mosquito é oportunista e pode picar à noite também.
  • ilustração mostra um mulher grávida deitada numa cama sob um mosquiteiro

Cuidados com crianças de até 2 anos:

  • Proteja o ambiente com telas em janelas e portas, e procure manter o bebê com uso contínuo de roupas que cubram a maior parte do corpo, como calças e blusas de mangas compridas.
  • Mantenha o bebê em locais com telas de proteção, mosquiteiros ou outras barreiras disponíveis.
  • A amamentação é indicada até o segundo ano de vida ou mais, devendo ser exclusiva nos primeiros seis meses.
  • Caso observe manchas vermelhas na pele, olhos avermelhados ou febre, procure um serviço de saúde.
  • Mantenha a vacinação em dia, de acordo com o calendário vacinal da Caderneta da Criança.


Descubra mais sobre N10 Notícias

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo