SaúdeNordesteRio Grande do Norte
Tendência

Chegada do inverno e do período junino pode representar ameaça à saúde de idosos

Dias frios, fogueiras e fogos de artifícios aumentam o risco de doenças respiratórias em idosos.

Com a proximidade do inverno, que oficialmente começa em 20 de junho, a capital do Rio Grande do Norte já sente os efeitos das temperaturas mais baixas, chuvas e ventos intensos. Apesar de ser uma estação esperada por muitos, o frio traz preocupações significativas para a saúde, especialmente para idosos, crianças e pessoas alérgicas, que são mais vulneráveis às doenças respiratórias.

Além do frio, as tradicionais festas juninas no Nordeste, com suas fogueiras e fogos de artifício, representam um risco adicional para a saúde respiratória. A fumaça liberada nesses eventos contém gases tóxicos que podem provocar reações alérgicas severas, como rinite e crises de asma. “Ao inalar a fumaça, o indivíduo pode sofrer efeitos imediatos e, dependendo da quantidade inalada e do grau de sensibilidade, a possibilidade de ocorrer uma reação alérgica severa é bastante significativa“, alerta Maria Helena Freire, enfermeira do Residencial Sênior Terça da Serra.

No inverno, a combinação de temperaturas baixas e umidade reduzida cria um ambiente propício para a disseminação de vírus e bactérias, dificultando a proteção do organismo contra infecções. Essa estação é notoriamente conhecida pelo aumento das doenças respiratórias, como bronquites, asmas, sinusites, além de novas infecções como a gripe, causada pelo vírus influenza. O influenza é altamente transmissível e pode ser fatal para idosos.

Dados do Ministério da Saúde de 2023 indicam que 65,6% dos óbitos por influenza ocorreram entre idosos, que também representaram 54,9% das internações por síndrome respiratória aguda grave. Esses números reforçam a necessidade de atenção redobrada à saúde respiratória dos idosos durante o inverno.

O sistema imunológico dos idosos é mais frágil, tornando-os um grupo de risco que exige cuidados especiais. “É comum em idosos que uma simples reação alérgica evolua rapidamente para uma infecção respiratória mais grave devido à fragilidade do sistema imunológico“, explica Maria Helena.

É essencial estar atento a sinais e sintomas de doenças respiratórias, como coriza, febre, dores de cabeça e faciais, falta de ar, tosse e dor de garganta“, acrescenta.

Para prevenir gripes e outras infecções respiratórias, a enfermeira recomenda algumas medidas simples e eficazes, que podem ser adotadas em qualquer residência com idosos ou outros grupos de risco:

  • Hidratação adequada;
  • Alimentação saudável, rica em frutas, legumes e verduras;
  • Ambientes limpos, arejados e livres de poeira e fungos;
  • Cobertores e casacos limpos, livres de mofo e ácaros;
  • Evitar ambientes fechados e aglomerações; se necessário, usar máscara descartável;
  • Atividade física regular;
  • Manter distância de fogueiras e fogos de artifício; se inevitável, usar máscara descartável;
  • Vacinação contra Influenza antes do início do inverno.

Helena enfatiza que essas medidas são simples e podem ser facilmente adotadas em qualquer lar onde haja idosos ou outros grupos de risco, como crianças, alérgicos e pessoas imunodeprimidas. A hidratação adequada é crucial, pois ajuda a manter as mucosas saudáveis e mais resistentes a infecções. Uma alimentação saudável, rica em frutas, legumes e verduras, também fortalece o sistema imunológico, fornecendo vitaminas e minerais essenciais.

A manutenção de ambientes limpos e arejados é fundamental para evitar a proliferação de ácaros e fungos, que podem desencadear crises alérgicas e problemas respiratórios. Cobertores e casacos devem ser lavados e guardados em locais secos, evitando mofo e ácaros, que são comuns em ambientes úmidos e mal ventilados.

Evitar ambientes fechados e aglomerações é outra recomendação importante, especialmente durante o inverno, quando a transmissão de vírus é facilitada. Se for inevitável frequentar esses locais, o uso de máscara descartável é altamente recomendado para reduzir o risco de infecção. A prática regular de atividade física ajuda a manter o corpo forte e resistente a doenças, além de melhorar a circulação sanguínea e a capacidade respiratória.

Manter-se distante de fogueiras e fogos de artifício durante as festas juninas é essencial para evitar a inalação de fumaça tóxica. Se for inevitável participar dessas atividades, o uso de máscara descartável novamente se faz necessário para proteger as vias respiratórias.

Apesar dos riscos, a socialização dos idosos não deve ser negligenciada. “A socialização é fundamental para a saúde mental dos idosos. Com as precauções necessárias, é possível que eles participem dos festejos com segurança“, afirma Maria Helena. No Residencial Sênior Terça da Serra, por exemplo, foi realizada uma festa de São João no dia 17 de junho, com comidas típicas, trajes caipiras e um sanfoneiro, proporcionando um ambiente seguro e alegre para os idosos.

Com essas medidas preventivas, é possível garantir que os idosos aproveitem as festividades juninas e o inverno de forma segura, minimizando os riscos de doenças respiratórias. Ao seguir as orientações de especialistas e implementar medidas simples de prevenção, podemos proteger nossos entes queridos e garantir que aproveitem essa época do ano com segurança e bem-estar.

Assim, enquanto o inverno e as festas juninas se aproximam, a atenção à saúde respiratória dos idosos se torna ainda mais essencial. Adotando as medidas recomendadas, podemos assegurar que essa população vulnerável passe por essa temporada com a máxima proteção possível, permitindo que desfrutem dos momentos festivos e do clima mais ameno sem comprometer sua saúde.


Descubra mais sobre N10 Notícias

Subscribe to get the latest posts sent to your email.

Rafael Nicácio

Estudante de Jornalismo, conta com a experiência de ter atuado nas assessorias de comunicação do Governo do Estado do Rio Grande do Norte e da Universidade Federal (UFRN). Trabalha com administração e redação em sites desde 2013 e, atualmente, administra o Portal N10 e a página Dinastia Nerd. E-mail para contato: rafael@oportaln10.com.br

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo