Política

Congresso aprova proposta que aumenta fundo eleitoral para R$ 5 bilhões

No coração da política brasileira, uma mudança significativa está a caminho: o Congresso Nacional, através de uma decisão da Comissão Mista de Orçamentos (CMO), sinalizou um possível aumento substancial no fundo eleitoral para as eleições municipais de 2024. A proposta, que elevaria o montante a R$ 5 bilhões, promete acender um debate acalorado sobre a utilização de recursos públicos em campanhas políticas.

Até então, o governo havia reservado R$ 939,3 milhões para o fundo eleitoral no Orçamento de 2024, que ainda está pendente de aprovação pelo Congresso. A nova instrução normativa, que pode ser consultada em detalhe aqui, abre a possibilidade de os parlamentares redirecionarem uma quantia adicional de R$ 4 bilhões das emendas de bancadas estaduais para fortalecer o fundo.

Essa manobra financeira pode ter implicações significativas, potencialmente afetando áreas cruciais como educação, saúde e infraestrutura, tradicionalmente beneficiadas por tais emendas. A prática levanta questões sobre prioridades orçamentárias e a justa distribuição de recursos públicos.

Caso seja aprovada a proposta, o fundo eleitoral para a campanha de prefeitos e vereadores será o mesmo que bancou as eleições presidenciais de 2022. A quantia, porém, é mais do que o dobro das últimas eleições municipais, em 2020, de R$ 2 bilhões. A decisão final sobre o aumento do fundo eleitoral, e se ele realmente virá à custa das emendas de bancada, ainda não foi tomada.

A mecânica de alocação de recursos já está provocando movimentações estratégicas entre as bancadas estaduais e os governadores, como observado nas negociações da bancada de São Paulo com o governador Tarcísio de Freitas.

O desfecho dessa questão orçamentária está previsto para ocorrer em dezembro, quando os parlamentares votarão nos projetos da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e da Lei Orçamentária Anual (LOA). O resultado dessa votação definirá não apenas o valor final do fundo eleitoral, mas também poderá traçar um novo curso para a distribuição dos recursos públicos do Brasil.

Fundo Eleitoral: o que é

O fundo eleitoral, conhecido popularmente como “fundão”, é uma reserva de recursos financeiros destinada pelo Estado para financiar as campanhas eleitorais no Brasil. Criado pela Lei nº 13.487/2017, ele tem como objetivo proporcionar aos candidatos e partidos políticos uma fonte de financiamento.

A distribuição dos recursos do fundo eleitoral é feita de acordo com regras específicas, que levam em conta critérios como o número de representantes que os partidos têm no Congresso Nacional.


Descubra mais sobre N10 Notícias

Subscribe to get the latest posts sent to your email.

Rafael Nicácio

Estudante de Jornalismo, conta com a experiência de ter atuado nas assessorias de comunicação do Governo do Estado do Rio Grande do Norte e da Universidade Federal (UFRN). Trabalha com administração e redação em sites desde 2013 e, atualmente, administra o Portal N10 e a página Dinastia Nerd. E-mail para contato: rafael@oportaln10.com.br

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo