Emprego
Tendência

Evento gratuito ensina a conquistar vagas internacionais em tecnologia

Evento promete revelar ‘segredo’ por trás de cada vez mais brasileiros conseguirem vagas no exterior, que pagam em dólar e permitem renda mensal até 3 vezes maior.

O mercado de tecnologia está em rápida expansão, impulsionado pela crescente demanda por inovação. A transformação digital, acelerada pela pandemia, obrigou empresas de diversos setores a se adaptarem rapidamente às novas tecnologias para se manterem competitivas.

Neste contexto, profissionais de tecnologia no Brasil estão ganhando destaque e conquistando vagas em empresas multinacionais. Investir na área de TI oferece oportunidades de trabalho que pagam em moedas fortes como o dólar e o euro.

Segundo a Husky, empresa de transferências internacionais, o número de profissionais que vivem no Brasil, mas trabalham para o exterior, aumentou 491% entre os anos de 2020 e 2022. Desses, 82% são profissionais de tecnologia. Dentro da área de TI, as principais carreiras que recebem pagamentos internacionais são desenvolvedores de software (83,70%), DevOps (6,13%) e profissionais que trabalham com dados, como analistas e cientistas de dados (2,11%).

Para revelar o passo a passo sobre como conquistar uma dessas vagas, a DIO, em parceria com especialistas e empresas globais, promoverá o evento gratuito “Born to be Global: Do zero ao primeiro salário em dólar trabalhando com tecnologia”. O evento ocorrerá nos dias 25 e 26 de junho, das 19h às 21h, com transmissão pela internet. As inscrições podem ser feitas através do link: https://pages.dio.me/born-to-be-global.

Durante o evento, os participantes aprenderão como e onde encontrar vagas internacionais, com insights de Tech Recruiters globais e profissionais que já atuam no exterior.

Entre os palestrantes estão Karol Attekita, desenvolvedora de software com mais de 12 anos de experiência e influenciadora com mais de 400 mil seguidores; Letícia Quevedo, recrutadora técnica internacional focada em talentos para blockchain e Web3; Felipe Aguiar, desenvolvedor full-stack com mais de 8 anos de experiência e coordenador técnico de educação na DIO; e Alex Gargon, gerente de engenharia de Inteligência Artificial na Meta, em São Francisco, EUA, com mais de 20 anos de experiência no Vale do Silício.

O evento também abordará a preparação do LinkedIn e do currículo, oferecendo dicas e estratégias para aumentar as chances de contratação em até 90%. Além disso, serão discutidas as soft e hard skills necessárias para se destacar em vagas internacionais.

Desafios e barreiras

Apesar das oportunidades, conquistar uma vaga internacional que paga em dólar ou euro exige preparação e a superação de vários desafios. Entre os principais estão:

  1. Domínio do Inglês: O inglês é a língua universal do mercado de tecnologia. A maioria das comunicações, reuniões e documentações são em inglês. Não é necessário ser fluente, mas o domínio do inglês técnico é essencial. Investir em cursos de inglês focados em situações reais do dia a dia de um profissional de tecnologia é crucial.
  2. Preparação do Currículo e LinkedIn: Os padrões de currículo e LinkedIn variam de um país para outro. Para atrair recrutadores internacionais, é vital que seu currículo e perfil no LinkedIn estejam otimizados com as expectativas do mercado global, destacando habilidades relevantes, experiências internacionais, palavras-chave, projetos significativos e recomendações.
  3. Habilidades Técnicas e Comportamentais: Além das habilidades técnicas, empresas internacionais valorizam as soft skills, como comunicação, adaptabilidade, trabalho em equipe e resolução de problemas. A capacidade de trabalhar de forma autônoma e eficiente em um ambiente remoto também é altamente valorizada.
  4. Conhecimento do Mercado Internacional: Saber onde procurar vagas internacionais e como se candidatar é um conhecimento valioso. Criar redes de networking e participar de eventos globais podem abrir portas. Estar presente em comunidades online e eventos do setor é uma ótima maneira de descobrir oportunidades.
  5. Preparação para Entrevistas: As entrevistas para vagas internacionais podem incluir várias etapas, como testes técnicos, entrevistas comportamentais e estudos de caso. Estar preparado para responder perguntas de forma clara e concisa, demonstrando tanto conhecimento técnico quanto habilidades interpessoais, é crucial.

Estes e outros tópicos serão abordados durante o evento, proporcionando todas as dicas necessárias para quem deseja iniciar uma carreira internacional na área de tecnologia.


Descubra mais sobre N10 Notícias

Subscribe to get the latest posts sent to your email.

Rafael Nicácio

Estudante de Jornalismo, conta com a experiência de ter atuado nas assessorias de comunicação do Governo do Estado do Rio Grande do Norte e da Universidade Federal (UFRN). Trabalha com administração e redação em sites desde 2013 e, atualmente, administra o Portal N10 e a página Dinastia Nerd. E-mail para contato: rafael@oportaln10.com.br

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo