Economia

Brasil abre 157 mil vagas de empregos em junho, revela Caged

A economia brasileira gerou cerca de 157,19 mil empregos com carteira assinada em junho deste ano. A informação foram divulgadaa nesta quinta-feira (27), por meio do Ministério do Trabalho e Emprego. Para o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), isso representa o saldo líquido (contratações menos demissões) da geração de empregos formais no país.

O governo federal registrou ao todo no mês de junho cerca de 1,914 milhão de contratações e 1,756 milhão de demissões. Esse resultado representa queda em relação a junho de 2022 quando foram criados 285 mil empregos formais. Ou seja, um recuo foi de 45% nesta comparação.

Já em junho de 2020, durante a pandemia do Covid-19 foram fechados 53,59 mil postos de trabalho e no mesmo mês de 2021, foram abertas 317,87 mil vagas formais. De acordo com analistas, a comparação dos números com anos anteriores a 2020, não é mais adequada porque o governo anterior mudou a metodologia.

Luiz Marinho, ministro do Trabalho e Emprego, criticou novamente a atuação do Banco Central na definição da taxa básica de juros da economia, atualmente em 13,75% ao ano. De acordo com ele, se não fosse a “inadequação esquizofrênica” dos juros no Brasil, a economia brasileira poderia ter gerado mais empregos em maio, junho e, também, no primeiro semestre deste ano.

“A indústria está preparada para crescer, a economia está preparada para voar. Há um impedimento, que é o custo do dinheiro para capital de giro. O que motivaria alguém que está hoje investindo em títulos públicos para migrar para investimentos se lá na ponta está sendo dificultado o crescimento do crescimento para valer do consumo”, questionou o ministro Marinho.

Parcial de empregos em 2023

Segundo informações divulgadas pelo Ministério do Trabalho, cerca de 1,02 milhão de vagas formais de emprego foram criadas no país nos seis primeiros meses de 2023. O número representa recuo de 26,3% na comparação com o mesmo período de 2022, quando foram criadas 1,38 milhão de empregos com carteira assinada.

  • Ao final de junho de 2023, ainda conforme os dados oficiais, o Brasil tinha saldo de 43,46 milhões de empregos com carteira assinada.
  • O resultado representa aumento na comparação com maio deste ano (43,31 milhões) e com junho de 2022 (41,81 milhões)

Os números divulgados pelo Caged de junho de 2023 mostram que foram criados empregos formais em todos os setores da economia. Além de apresentar dados que revelam que foram abertas vagas em todas regiões do país no mês passado.

O governo afirma que o salário médio de admissão foi de R$ 2.015,04 em junho deste ano, o que representa uma alta real (descontada a inflação) em relação a abril desse ano (R$ 2.002,57). Na comparação com junho de 2022, também houve aumento no salário médio de admissão. Naquele mês, o valor foi de R$ 1.980,44.


Descubra mais sobre N10 Notícias

Subscribe to get the latest posts sent to your email.

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo