Economia

Golpe do falso motoboy cresce de forma assustadora; saiba como se proteger

A cada dia que passa, os fraudadores se mostram mais inventivos e ousados. No cenário atual, a segurança digital é crucial. Entretanto, os golpistas estão usando técnicas que misturam a antiga arte da persuasão com novos métodos. Um dos esquemas que tem ganhado destaque é o Golpe do Falso Motoboy, relacionado a cartões de crédito. Se você ainda não ouviu falar dele, atenção: é fundamental saber como funciona para não ser a próxima vítima.

Entendendo golpe passo a passo

  1. A Abordagem Inicial: Tudo começa com uma ligação, muitas vezes convincente, em que o fraudador se passa por um funcionário de banco. A desculpa? Uma transação suspeita em seu cartão, que naturalmente você desconhece.
  2. Jogada Mestre: Aproveitando-se da surpresa e preocupação da vítima, o golpista informa sobre o bloqueio do cartão e a emissão de um novo, como medida de segurança. E aqui está o pulo do gato: ele também solicita que você quebre o seu cartão no meio, mas sem danificar o chip.
  3. A Chegada do Motoboy: Como um toque de “excelente” serviço ao cliente, o fraudador oferece enviar um motoboy para coletar o cartão. E claro, o motoboy é parte do esquema.

Como se proteger e evitar armadilhas

Primeiramente, é preciso entender que bancos jamais recolherão cartões, mesmo os vencidos. Eles também não solicitam senhas via telefone. Mantenha-se atento:

  • Fique atento ao telefone: Em muitos casos, os golpistas dão um ar de credibilidade pedindo para que o cliente ligue para o número atrás do cartão. Mas, cuidado! Eles costumam fazer a ligação por telefone fixo para manter a chamada ativa, redirecionando para uma falsa central.
  • Proteção do Chip: Mesmo que decida descartar ou não usar mais um cartão, corte sempre o chip. Assim, ele se torna inutilizável para compras fraudulentas.
  • Confie em seus instintos: Lembre-se de que bancos nunca irão até sua casa para retirar cartões e, principalmente, jamais solicitarão sua senha.

Fui vítima. E agora?

Não se desespere. Caso suspeite que foi vítima desse golpe:

  1. Bloqueio Imediato: Acesse o aplicativo oficial do seu banco ou da empresa do cartão. Procure a opção de serviços e escolha “Bloquear cartão”.
  2. Comunique o Banco: Entre em contato com a Central de Relacionamento do seu banco. Informe o ocorrido, e eles tomarão as providências necessárias, contestando compras não reconhecidas e providenciando um novo cartão.

A segurança nunca é demais, principalmente em tempos digitais. Com informação e cautela, é possível evitar armadilhas e manter-se protegido contra fraudes. Não se deixe enganar!


Descubra mais sobre N10 Notícias

Subscribe to get the latest posts sent to your email.

Rafael Nicácio

Estudante de Jornalismo, conta com a experiência de ter atuado nas assessorias de comunicação do Governo do Estado do Rio Grande do Norte e da Universidade Federal (UFRN). Trabalha com administração e redação em sites desde 2013 e, atualmente, administra o Portal N10 e a página Dinastia Nerd. E-mail para contato: rafael@oportaln10.com.br

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo