Concurso público

Curso preparatório gratuito para o Concurso Nacional Unificado

A Kultivi, plataforma de ensino online com um histórico impressionante de mais de 4 milhões de alunos, acaba de lançar um curso preparatório gratuito para o Concurso Nacional Unificado. Este curso representa uma iniciativa importante no campo da educação, oferecendo aos candidatos a oportunidade de acessar material de estudo de alta qualidade sem custos.

Desenvolvido para atender especificamente aos tópicos do Bloco Temático 8 do edital, o curso da Kultivi visa equipar os aspirantes a cargos de nível médio em todo o país com os recursos necessários para uma preparação eficiente e abrangente para um dos concursos mais concorridos do Brasil.

Curso preparatório gratuito da Kultivi

O diferencial deste curso reside em sua abordagem flexível de aprendizado. Os alunos têm à disposição aulas gravadas e materiais em formato de texto, permitindo que estudem no seu próprio ritmo e de acordo com suas rotinas individuais. Esta estrutura garante que cada candidato possa se preparar de maneira eficiente, aproveitando ao máximo os recursos oferecidos.

Claudio Matos, CEO da Kultivi, enfatizou a importância deste curso para a democratização do acesso à educação de qualidade. Em suas palavras, “sabemos que a preparação para um concurso público demanda tempo, dedicação e recursos financeiros. Por isso, estamos comprometidos em oferecer um curso completo e gratuito, que possa auxiliar os estudantes na conquista de suas vagas e no avanço de suas carreiras“. Esta declaração reitera o objetivo da Kultivi de fornecer igualdade de oportunidades no campo educacional, especialmente para aqueles que podem não ter acesso a recursos de estudo pagos.

Sobre o curso

São diversos professores de diferentes especialidades para ensinar os principais conceitos dos conteúdos exigidos no edital: uma preparação completa para a prova.

O objetivo do curso é ajudar estudantes de concursos públicos na caminhada de estudos para a prova. O curso aborda os conteúdos cobrados no edital, possibilitando ao aluno manter foco nos estudos e ser assertivo nas questões.

Domínio Completo do Conteúdo do Edital: As aulas são estruturadas meticulosamente para cobrir todos os tópicos do Bloco Temático 8.

Flexibilidade de Acesso: Com opções de aulas gravadas e em texto, você pode estudar no seu próprio ritmo e de acordo com sua rotina, garantindo a máxima absorção do conteúdo.

Para quem é este curso

Candidatos a vagas de nível médio no Concurso Nacional Unificado que buscam uma preparação focada e direcionada ao Bloco Temático 8.

Indivíduos que precisam de uma revisão abrangente e estruturada dos tópicos essenciais cobertos no edital.

Profissionais que desejam ter uma base sólida de conhecimento que será útil não apenas para o concurso, mas para sua trajetória profissional futura.

O que você aprenderá no curso preparatório

Receba orientações valiosas sobre como abordar a prova, gerenciar seu tempo eficientemente e técnicas para estudar de maneira eficiente. Além disso, será abordado cada disciplina.

Língua Portuguesa: 

Compreensão de textos. A organização textual dos vários modos de organização discursiva. Coerência e coesão. Ortografia. Classe, estrutura, formação e significação de vocábulos. Derivação e composição. A oração e seus termos. A estruturação do período. As classes de palavras: aspectos morfológicos, sintáticos e estilísticos. Linguagem figurada. Pontuação.

Noções de Direito:

Direito e Garantias Fundamentais. Organização do Estado. Direito Administrativo

Matemática: 

Conjuntos numéricos. Unidades de medidas. Razões e proporções. Equação do 1ª grau. Funções. Progressão aritmética. Progressão Geométrica. Análise combinatória. Probabilidade. Estatística Básica. Geometria Plana e Espacial.

Realidade Brasileira:

Independência e República. Formação da Identidade Brasileira. Democracia. História dos povos brasileiros. Manifestações culturais. Brasil e o Meio Ambiente. Desenvolvimento Urbano. Tópicos de História e Geografia.

Material complementar rico: Além das aulas, você terá acesso a uma vasta gama de recursos, incluindo material de apoio das aulas para baixar, resumos, mapas mentais, artigos e exercícios para auxiliar no aprendizado, tudo isso gratuitamente!

Para você aprender como quiser e de onde estiver. Clique aqui e faça o seu cadastro agora mesmo.

Sobre o Concurso Nacional Unificado

Com 6.640 vagas, o Concurso Público Nacional Unificado tem taxa de inscrição de R$ 60 a R$ 90; para pedir isenção de taxa, o prazo vai até o próximo dia 23 de janeiro
Com 6.640 vagas, o Concurso Público Nacional Unificado tem taxa de inscrição de R$ 60 a R$ 90; para pedir isenção de taxa, o prazo vai até o próximo dia 23 de janeiro.

O Concurso Nacional Unificado surge como uma das mais significativas oportunidades para ingresso no serviço público brasileiro. Com um total de 6.640 vagas disponíveis, distribuídas entre 21 órgãos federais, o concurso representa uma chance ímpar para milhares de candidatos que buscam estabilidade e uma remuneração atraente no setor público. A prova está agendada para o dia 5 de maio, marcando um dia crucial para muitos aspirantes a uma carreira governamental.

A magnitude deste concurso pode ser comparada à do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), considerado um dos maiores e mais importantes exames do país. Assim como o Enem, que abre portas para a educação superior, o Concurso Nacional Unificado é uma porta de entrada para uma carreira estável no governo, atraindo um grande número de candidatos devido à sua abrangência e importância.

Além de oferecer uma chance de ingresso no setor público, o concurso é também uma oportunidade para alcançar estabilidade profissional e bons salários, aspectos muitas vezes difíceis de encontrar no mercado de trabalho atual. Este concurso, portanto, não é apenas um exame de seleção, mas um caminho para a realização de aspirações profissionais e segurança financeira para muitos brasileiros.

Processo de inscrição no Enem dos Concursos

O processo de inscrição para o Concurso Nacional Unificado é um procedimento claro e organizado, com início marcado para esta sexta-feira, dia 19 de janeiro e término em 9 de fevereiro. Para garantir uma inscrição bem-sucedida, os candidatos devem seguir alguns passos essenciais.

Primeiramente, é necessário acessar a plataforma Gov.br. Este portal governamental é o ponto central para a realização da inscrição. Uma vez na plataforma, o candidato deve entrar com suas credenciais e seguir as instruções para se inscrever no concurso. O link direto para o portal de inscrição é: Gov.br.

Durante o processo de inscrição, os candidatos terão a opção de escolher entre os diferentes blocos temáticos do concurso. Essa escolha é crucial, pois determinará o foco dos estudos e a preparação para as provas.

Quanto às taxas de inscrição, há uma taxa de R$ 60 para as vagas de nível médio e R$ 90 para as vagas de nível superior. No entanto, o concurso oferece critérios de isenção da taxa para determinados grupos. Estão isentos do pagamento candidatos que fazem parte do Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico), estudantes ou egressos do Fies ou ProUni, e indivíduos que realizaram transplante de medula óssea. As solicitações de isenção podem ser feitas durante o período de inscrição, seguindo as orientações disponíveis no site do concurso.

Para mais informações sobre o processo de inscrição e para baixar o tutorial em PDF, os candidatos podem acessar o link: Tutorial de Inscrição – CPNU. Este tutorial oferece um guia detalhado sobre como navegar no sistema de inscrição e garantir que todos os passos sejam cumpridos corretamente.

Logística e segurança do concurso nacional

Um aspecto importante do Concurso Nacional Unificado é a sua abrangente logística e as rigorosas medidas de segurança implementadas para garantir um processo justo e acessível a todos os candidatos. O concurso se destaca pela distribuição das provas em 220 cidades por todo o Brasil, uma decisão estratégica que visa assegurar que a maior parte da população esteja a no máximo 100 km de um local de prova. Esta escolha logística não só facilita o acesso para os candidatos, mas também reflete um esforço para incluir diversas regiões do país, garantindo uma representatividade mais ampla e justa.

No que diz respeito à segurança e à integridade do processo seletivo, foram adotadas medidas rigorosas. Segundo a ministra da Gestão e Inovação em Serviços Públicos, Esther Dweck, há uma “rede de segurança” coordenada pela Secretaria Nacional de Segurança Pública, envolvendo a Polícia Federal, a Polícia Rodoviária Federal, a Agência Brasileira de Inteligência (Abin), além das forças de segurança estaduais. Esta colaboração entre diferentes órgãos visa assegurar a lisura total na realização das provas e prevenir qualquer forma de fraude ou irregularidade.

A ministra Dweck também enfatizou a importância da diversidade e da justiça no processo de seleção. Em suas palavras, “Quanto maior a diversidade que a gente tiver, maior vai ser a capacidade de pensar boas políticas públicas“.

Rafael Nicácio

Estudante de Jornalismo, conta com a experiência de ter atuado nas assessorias de comunicação do Governo do Estado do Rio Grande do Norte e da Universidade Federal (UFRN). Trabalha com administração e redação em sites desde 2013 e, atualmente, administra o Portal N10 e a página Dinastia Nerd. E-mail para contato: rafael@oportaln10.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo